A Rainha Vermelha

Resenha



Mare e sua família são considerados vermelhos, pessoas que tem sangue vermelho; no qual fazem parte de uma população que vive para trabalhar para a elite, os prateados. Mare tem uma família grande, onde seus três irmãos tiveram que ir para a guerra e tem uma irmã que é bordadeira, uma “profissão” de grande valor para os prateados. Enquanto Mare, ganha a vida roubando as pessoas para ajudar a família. A “malandragem” de roubar foi ensinada pelo seu amigo Kilorn, que desde pequeno vive sozinho. Tudo começa a mudar quando Kilorn acaba tendo que se alistar ao exército, e isso é uma das piores coisas que acontecem aos vermelhos.

Mare tenta encontrar uma maneira de ambos fugirem e tentar a vida em outro lugar, com isso acaba pedindo ajuda da sua irmã, mas tudo começa a dar mais errado do que estava antes. Tentando conseguir dinheiro, Mare fica às escondidas na rua para atingir sua próxima vítima. Só que surpreendentemente é pega, porém, o homem acaba lhe dando algumas moedas de valor.

No dia seguinte vários guardas prateados batem na sua porta convocando-a e o desespero estabelece sobre a família. Sem ter para onde correr, Mare segue-os e é levada ao Palácio, lá acaba descobrindo que teve a sorte de ganhar um emprego para trabalhar com a família real. No entanto, o destino lhe prega algumas peças e sua vida é virada completamente de cabeça para baixo quando acidentalmente descobre possuir poderes misteriosos.

**

A obra é extremamente magnífica, possuindo um toque da série Game of Thrones, me surpreendi o tempo todo ao longo da história. Muito bem escrita e elaborada, possui vários mistérios e segredos, um livro no qual você não quer parar de ler.




Adorei os personagens, houve momentos que fiquei muito dividida assim como a Mare, e fiquei tão surpresa quanto ela no final, era como se eu pudesse entrar na personagem. Achei a obra fantástica e em nenhum momento desconfiei de nada. Não vejo a hora de ler as continuações e espero que sejam boas tanto quanto A Rainha Vermelha.



**

Autora: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Edição:2015
Número de páginas: 420
Nota:

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger