Guerras Secretas

Resenha



Em Guerras Secretas os super heróis e alguns mutantes são surpreendidos aparecendo reunidos em uma nave num outro planeta, chamado de Mundo da Batalha. Logo em seguida, eles descobrem que não estão sozinhos, há outra nave que nela estão presentes vários vilões do planeta Terra.  Uma voz e uma força muito maior no qual eles não tem dimensão falam com eles oferendo uma proposta, que seria derrotar seus inimigos e o vencedor ou vencedores iriam ter tudo que sempre desejaram.


A partir daí a batalha se espalha entre os integrantes, ocorrendo uma guerra entre vilões e heróis e entre eles mesmo. Várias divisões e alianças são feitas, todos acabam sendo influenciados por essa força inexplicável. E todos querem compreender quem é Beyonder, este ser que ninguém vê, mas que domina o sentimento deles e o Mundo da Batalha. Perdidos e alguns com falta do seu lar (a Terra) tentam encontrar uma forma de sair dali e acabar com aquilo o mais rápido possível para poderem voltar a sua estabilidade em seu planeta, que já nem sabem se existe mais.



**

Nesse livro você encontra vários personagens novos que não é mencionado em Guerra Civil por exemplo, encontra a mudança de alguns personagens e suas histórias pessoais, além de ver a aliança entre os mutantes e os super heróis.
Para aqueles que quer ou tem o box Marvel, assim como eu e ainda não leu, aconselho primeiramente fazer a leitura de Guerras Secretas. Devido a vários fatores, como a criação de novos integrantes, além da relação tempo/ espaço das histórias.



Não foi uma obra que chegou a me cativar, tem seus pontos altos e baixos, a partir da metade do livro ela começa a se tornar interessante; porém em seguida começa a decair. No final você fica com aquele ponto de interrogação procurando a continuação.



**
Autor: Alex Irvine
Editora: Novo Século
Edição: 2016 – Slim Edition
Número de páginas: 303

Nota: 
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger