Passarinho

Resenha





Joia perdeu o irmão John no mesmo dia que nasceu, seu apelido era Passarinho. John como se achava um pássaro e capaz de voar acabou caindo de um penhasco. Desde então, a família de Joia não é a mesma. Seu avô não fala mais e muito menos olha para ela, e seus pais nunca se importam com Joia, nunca a veem como uma filha querida e amada. Boa parte do tempo, seu pai cuida do jardim, plantando várias espécies de plantas da Jamaica e plantas para proteger a casa dos duppys (espíritos malignos). Joia passa a maior parte de seu tempo no penhasco onde o irmão morreu, ali ela encontra a paz e o abrigo que não tem em casa, além do mais Joia sonha em ser geóloga. Então, ter contato com toda aquela riqueza da natureza lhe traz mais conforto ainda.

Sua vida começa a mudar a partir do momento que conhece John, sobrinho de Tim - vizinho de Joia, que está passando uma temporada na cidade. John é negro e adotado por uma família branca, seu sonho quando crescer é ser astronauta. Uma da suas maiores dores é ter sido abandonado pela sua mãe biológica e estar sempre que lhe dando com a diferença de cor entre ele e seus pais adotivos.



Logo de inicio, Joia e John se tornam grandes amigos, contando seus segredos e mostrando seus lugares secretos. A amizade deles se tornam tão forte que mesmo sem querer modifica eles e a todos em sua volta.


**

“Esse é o problema em mostrar seu conhecimento às pessoas: nunca se sabe o que elas farão com a informação.” (p.29)

“Por que tentar fazer alguém compreender certas coisas pode levar mais que uma vida, enquanto outras pessoas leva apenas poucos instantes?” (p.87)

“A felicidade é como uma criança, [...] Ou se a alimenta, ou ela morre.” (p.177)

“Tem certas coisas que não da para perdoar” (p.196)

“É fácil se esquecer das outras pessoas quando estamos sofrendo.” (p.215)
  

**

Essa obra é incrível e emocionante. Não pense que você vai esperar grandes acontecimentos dela, é uma leitura parada pode se dizer, mas recheada de significados. Você pode pensar que é uma história comum e com nada “demais” a oferecer. Porém, por trás de tudo é ela está repleta de sentimento. Uma obra que fala da força da amizade, do amor, da família, preconceito, dor e mágoa. Teve um momento especial que me emocionei demais com Joia e senti a dor dela. Você pensa como uma criança cresce assim, carente de amor e atenção. Penso que esse livro não é para todos e apenas para alguns, já que vi muitas resenhas ruins sobre.

**

Autora: Crystal Chan
Editora: Intrínseca
Edição: 2014
Número de páginas: 219
Nota: 


Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger