segunda-feira, 25 de setembro de 2017

# Coleção Folha Mulheres na Literatura # Resenhas

Cenas Londrinas

Resenha





O livro Cenas Londrinas é dividido em: As docas de Londres, Maré de Oxford Street, Casas de grandes homens, Abadias e catedrais, “Esta é a Câmara dos Comuns” e Retrato de uma londrina. Além disso, há um texto escrito por Ivo Barroso contando a outra face de Virginia Woolf e um outro texto que fala sobre a história de Cenas Londrinas.

No texto de Ivo Barroso, nos conta quem foi Virginia Woolf. Retrata sobre sua vida pessoal, familiar e profissional.

Nos textos relacionados as Cenas Londrinas escrito por Woolf percebe - se a descrição de Londres em diversos aspectos. A retratação de tudo está nos objetos, nas pessoas, nas atitudes, na pavimentação da cidade e na sociedade como um todo. Virginia nos traz uma visão do que está em torno de nós, coisas do dia a dia, coisas simples que pouco de nós reparamos. Ela descreve as cenas de forma minimalista e detalhadas, e ao mesmo tempo colocando opiniões diante daquilo que é descrito. Os textos são todos interligados e o conjunto se torna uma coisa só, ou seja, Londres. Mas não só Londres, pois se você parar para refletir são cenas que acontecem em todos os lugares a nossa volta.

O texto que fala sobre a história de Cenas londrinas conta quando foi publicado e como foi publicado por Virginia Woolf.



“ [...] mesmo um moralista reconhecerá que essa rua espalhafatosa, alvoraçada e vulgar lembra-nos que a vida é uma luta; que toda construção é perecível; que toda exibição é vaidade. ” (p.30)

“ Quando o jardineiro planta seus bulbos ou semeia sua grama, eles florescem de novo e alastram pelo solo sua relva verde e macia. Aqui, as mães e as babás ‘fofocam’; crianças brincam; e o velho mendigo, após jantar os restos de um saco de papel, espalha migalhas para os pardais. Esses cemitérios de jardim são os mais tranquilos dos santuários londrinos, e seus mortos os mais quietos de todos. ” (p.42)



Em Cenas londrinas Virginia fala do povo, de política, de religião, de relacionamento, entre outras coisas. Ela aborda em seus textos vários temas de forma implícita e explícita.

Confesso que nunca tinha lido nada da autora e me impressionei com seus textos, com sua narrativa. Gostei muito da obra, que se torna envolvente e mais interessante a cada página. Conhecer também um pouco da autora foi algo que achei fantástico, afinal tudo que ela passou já na época em que viveu. A obra é bem fluída e quando você percebe já terminou de ler e quer mais.

A coleção está magnífica e já estou querendo ler os outros livros de outras autoras que fizeram tanta diferença na literatura.



Coleção Folha Mulheres na Literatura

Autora: Virginia Woolf
Editora: Folha de S. Paulo
Publicado:2017
Número de páginas: 64

Nota: 

Instagram