sexta-feira, 20 de outubro de 2017

# Drama # Resenhas

Beleza Perdida

Resenha





Fernie Taylor sempre fora apaixonada, desde criança, por Ambrose Young, "galã" da escola, musculoso, alto, bonito e lutador de luta livre; mas é claro que ela nunca foi enxergue por ele, afinal ela era a “Betty, a feia”, ninguém olhava pra ela. Sua vida se resumia aos seus pais e Bailey, seu melhor amigo e primo, que era cadeirante. Fernie é uma nerd, que usa aparelho nos dentes, possui cabelos ruivos que nunca ficam domados e usa óculos. Adora ler; uma das suas autoras favoritas é Nora Roberts. Seu sonho é ser escritora, então, secretamente vive escrevendo seus livros e vários textos.






Bailey sempre soube que tinha uma doença degenerativa, quando era criança ainda conseguia andar e fazer as coisas sozinho, mas conforme o tempo foi passando suas capacidades foram diminuindo. Só que o fato de ser uma pessoa doente e ter um diagnóstico de que não iria sobreviver por muito tempo, nunca fez com que ele desanimasse e perdesse a alegria.E ele é claro, acaba superando as expectativas de vida proporcional a sua doença.








Ele e Fernie por terem a mesma idade, sempre estão juntos e nunca perdem a alegria de viver. Ambos viviem como se o amanhã não existisse, como se nada pudesse impedir deles poderem fazer qualquer coisa.

O que mais Bailey amava era luta livre, mas seu corpo não era capacitado para isso. Então, acabava sendo o mascote do time, sempre incentivando os jogadores, principalmente seu maior ídolo, Ambrose Young. Seu outro grande amor era Rita, mas ela não conseguia se relacionar com uma pessoa como ele, por mais que gostasse dele.





Rita também tem uma queda livre por Ambrose, como todas as meninas da escola, mas ela tinha uma grande vantagem, era linda. Só que não sabia como chegar até Ambrose com um bilhete “descente” e pede para sua amiga Fernie escrever para ela, porém assinado como Rita. Com o tempo a situação sai do controle, e no fim é Fernie e Ambrose é que ficam trocando cartas e bilhetes. Até o dia que Ambrose descobre toda a verdade e põem um fim naquilo. 

No dia 11 de setembro, com a queda das torres gêmeas, tudo começa a mudar na vida dos alunos da escola, e até mesmo na pequena cidade de Hannah Lake.



E com o fim do colegial, muitos alunos são sabiam o que iriam fazer depois que saíssem das escolas. Só que para Ambrose o impacto da tragédia que aconteceu nos EUA fez com que ele em vez de dar início a faculdade e continuasse sua vida, ele decidiu ir para guerra. No entanto, Ambrose não queria ir sozinho, queria que seus melhores amigos também fossem com ele. E no final descobrimos que patriotismo não teve nada a ver com essa decisão.



Depois de voltar da guerra, Ambrose retorna para Hannah Lake totalmente diferente, tanto emocionalmente quanto fisicamente. Sozinho, ele volta a trabalhar com a pai na padaria, porém conforme o tempo vai se passando ele reencontra Fernie, só que ela não é mais aquela menina do colegial, se tornou uma mulher, e muito bonita. 



No entanto, o amor de Fernie por ele nunca mudou, sempre esteve presente e constante. E é aí que a menina que virou mulher vai ter a chance de conquistar e cativar o amor da sua vida quebrando todas as barreiras. Porque o amor enxerga por dentro e não por fora, e o amor verdadeiro nunca morre.








“É difícil aceitar que você nunca vai ser amado do jeito que quer ser amado” (p. 78)

“Às vezes, ter amigos especiais pode ser difícil. Às vezes você vai sofrer por seus amigos. A vida nem sempre é fácil, e as pessoas podem ser cruéis.” (p.96)







“[...] sentimentos antigos encontravam um jeito de ressurgir quando a gente achava que eles tinham desaparecido para sempre.” (p.111)







“Acho que as pessoas são assim. Quando a gente olha de verdade para elas, para de ver o nariz perfeito ou dentes retos. A gente para de ver as cicatrizes de acne, o furinho no queixo. Essas coisas começam a se confundir, e de repente você vê as cores, a vida dentro da casca, e a beleza assume um significado totalmente novo.” ( p.233)








Apesar de ser um livro voltado mais para o público jovem e ter o velho clichê da garota feia ficar bonita e o cara que nunca olhou pra ela começar a vê-la com outros olhos, eu gostei bastante. Porque na verdade a coisa não é tão bem assim e só lendo para descobrir.

Se alguém teve vontade ou tem de ler essa obra pensando em um romance, sinto-lhe dizer você vai enganar. É claro que tem uma história de amor; inevitável. Só que, o que percebi é muito mais que isso, é uma lição de vida. É um livro reflexivo que te faz pensar horas e horas sobre determinados aspectos. Essa é uma obra que você não explode de amor ou se apaixona, mas que toca sua alma e seu coração. No fim você descobre que o protagonista na verdade não é Fern e Brose, mas sim Bailey, ele sim é o cara!!! Acredito que todos nós temos que aprender muito com ele.

No livro cita Shakespeare, um autor maravilhoso que sabia muito bem usar as palavras. Várias vezes ele é citado ao longo dos textos e isso também nos transmite a simplicidade das palavras e carga emocional e significado que elas carregam.

Eu sinceramente nem sei mais me expressar sobre o livro, pois é sem palavras.

O final da história é chocante, emocionante e lindo ao mesmo tempo. E se você gosta de um drama esse é um livro maravilhoso para se ler.



Ficha Técnica

Autora: Amy Harmon
Editora: Verus Editora
Publicado: 2015
Número de páginas: 332

Nota: 

Instagram