domingo, 12 de novembro de 2017

# Resenhas # Suspense

O Sorriso da Hiena

Resenha


Detetive Artur tem um novo caso a resolver; um pai e uma mãe estão desaparecidos, possivelmente mortos, e uma criança de oito anos traumatizada é deixada para trás. Até então, Arthur não sabe o que houve, mas pelo que parecia o pai era alcoólatra, a família era de baixa renda, no entanto, a casa não foi invadida. Já sua amiga Bete tem um caso a resolver de um hacker que foi encontrado enforcado.


O que seria um “simples” caso para Artur encontrar fatos e respostas e possivelmente o assassino, se torna em vários crimes cometidos por um serial killer. Crianças traumatizadas após verem seus pais assassinados.

William é um respeitado psicólogo que trata de crianças desde as que precisam de acompanhamento mais simples até aquelas que sofrem ou sofreram por diversos tipos de traumas. Apesar de ser um psicólogo renomado, William é bem simples, noivo de Juliana, ama sua noiva e seus amigos e sente um grande prazer em ajudar diversas crianças. Atende de graça algumas crianças nos quais os responsáveis não podem pagar por uma consulta, mas que necessitam de ajuda. Ou seja, vive para trabalhar. Na faculdade escreveu um estudo para entender o desenvolvimento da maldade humana, mas como não tinha provas (dados), suas ideias e probabilidades só ficaram na teoria.



Quanto ao caso dos pais desaparecidos e a criança traumatizada, a polícia chama William para tentar conversar com o menino e tentar descobrir quem foi o assassino. Mas o que a polícia não sabia era que aquele seria o primeiro caso de muitos, haveria muito mais crimes e muito mais crianças no qual William teria que conversar.


Para William, aquela era apenas mais uma criança que precisava de ajuda, mas um e-mail enviado por um homem chamado David, muda o rumo completamente das coisas e a vida de William. David faz a seguinte proposta para o psicólogo: ele oferece William a oportunidade de conseguir provas para seu antigo estudo. William trataria de crianças que sofreram grandes traumas emocionais e descobriria se esses traumas, no caso, o trauma específico de ver um assassinato brutal dos pais, influenciaria no desenvolvimento delas após um tempo.

Será que William aceita a proposta de David? Até onde ele seria capaz de chegar para ter dados do seu estudo? Será que os policiais encontrariam o assassino antes de tudo?




“As pessoas não dizem o que veem, dizem o que sentem”

“Quando a gente entende a dor, para de sentir medo dela e consegue encará-la de frente.”




“A gente muda ou é mudado. Não tem como escapar dessas duas opções”

“Às vezes é melhor ficar longe de certas saídas. Às vezes a coragem está em não fazer nada.”


Posso dizer que me surpreendi de todas as formas possíveis com esse livro. A cada página que lia, pensava que ia acontecer uma coisa e ai bumm, acontecia outra. E você quer ler e ler para saber o que vai acontecer e quando vê não consegue mais parar. SURPREENDENTE, é a única palavra que define esse livro. E eu como bióloga adorei saber o porquê do título do livro, sou altamente fascinada por comportamento animal e a comparativa com o humano. Achei incrível o autor inserir isso no enredo. Estou encantada, pois não tinha conhecimento da informação passada.

Fiquei chocada com alguns acontecimentos, jamais imaginei o que ia acontecer na ação e reação de algumas pessoas. Senti a aflição de Artur, pois quanto mais ele chegava perto parecia que mais longe ele estava para descobrir toda a verdade. Senti muito por algumas mortes que aconteceram ao longo do livro e fiquei muito muito chocada com um objeto que tem na história. O que me fez lembrar de um outro livro que li e acho que nesse outro a ligação era muito mais macabra, porém esse não deixa de ser. Quem sabe no próximo encontramos algo mais sanguinário ainda. kkkk



O final é, não sei explicar sem me tornar repetitiva. Para mim chocante e surpreendente define tudo, rsrs. Eu não esperava jamais por aquilo, não esperava que a trama iria se desenvolver daquela forma.

Eu só falo uma coisa, Leiam! Por favor!!! Quem não leu ainda está perdendo uma história incrível. A escrita do autor é perfeita, totalmente instigante. A diagramação também, sem comentários. O livro é maravilhoso por inteiro. Eu amei demais, virou favorito e a partir daqui quero ler muitos outros livros que tenham serial killers. Esse, com certeza, me despertou o interesse a esse tipo de gênero literário.

E não vejo a hora de poder ler o segundo livro do autor. Para quem talvez ainda não saiba, o livro vai virar série no qual será reproduzida pela rede Globo. Ansiosa para esse momento!!!! Espero que a adaptação seja tão boa quanto é a história original.


Ficha Técnica

Autor: Gustavo Ávila
Editora: Verus Editora
Publicado: 2017
Número de páginas: 264
Nota: 




Instagram