sábado, 6 de janeiro de 2018

# Resenhas # Suspense

Assassinato no Expresso Oriente

Resenha


Tudo começa quando o detetive Mr. Hercule Poirot embarca no Taurus Express e tem um breve desembarque no hotel Tokatlian. No hotel, Mr. Poirot conhece um sujeito muito estranho e bastante suspeito chamado de Mr. Ratchett. Embarcando no Expresso Oriente rumo à Londres, Mr. Poirot quase não consegue uma vaga, pois o trem se encontra lotado de passageiros o que para a época é considerado bem estranho. Mais estranho ainda é que ao embarcar Mr. Poirot vê Mr. Ratchett no mesmo trem, sendo um dos passageiros. No entanto, para surpresa do detetive, Mr. Ratchett convida-o para contrata-lo para investigar quem é que estaria tentando lhe matar, já que tinha grandes suspeitas que corria sério riscos de vida. Só que Mr. Poirot recusa a oferta, acreditando que aquilo não se encaixava no seu trabalho.


Mas as coisas começam a tomar um rumo diferente quando se descobre que houve um assassinato no trem e Mr. Poirot é encarregado a cuidar do caso. Com a ajuda do diretor da companhia e com o Dr. Constantine que também era um dos viajantes, eles começam a investigar os passageiros e todos inicialmente parecem ser suspeitos.

A cada interrogação um novo suspeito era acrescentado na lista do detetive e a cada dois passos que davam para frente automaticamente eles retrocediam para trás. Pelo que parecia todos tinham um álibi e ninguém era realmente o assassino, tudo se encaixava com maestria. Até que o detetive começa a interligar os pontos e suas teorias sobre quem seria o assassino começam a vir à tona. Depois de interrogar todos ali presente e começar a implantar suspeitas, novas provas vão surgindo, várias teorias vão caindo por terra até restar poucas para descobrir realmente a verdade.

Quem será o assassino?

Quem morreu?

Por que cada vez mais fica tão difícil de achar o culpado?

Será que o detetive consegue descobrir toda a verdade?

E o que acontecerá com o assassino?





Eu simplesmente adorei o livro, do começo ao fim não suspeitei de ninguém, para dizer a verdade, tive apenas um suspeito que foi algo bem hipotético mesmo.

Esse foi o primeiro livro que li da autora, por indicação de uma amiga para conhecer a escrita da autora e como o filme estava prestes a lançar eu decidi por esse título. Não me arrependi nem um pouco. Não vou dizer que me apaixonei pela escrita da autora, até porque devido a época, é uma escrita as vezes maçante não muito empolgante apesar do gênero. Não sei se é essa obra em específico ou se todas são assim. No entanto, eu amei a trama, muito bem desenvolvida, fiquei bem curiosa para saber a história de cada personagem e achei o detetive bem excêntrico. Fiquei um pouco chocada com o final, de como tudo realmente terminou, jamais esperava por aquela reação ou melhor dizendo, atitude. Com todas as letras digo que esse livro foi extremamente surpreendente para mim, com certeza num futuro pretendo ler outras obras da autora.

Sobre o filme, acabei não assistindo pois quando fui tentar ver já tinham tirado dos cinemas, creio eu que deva ser por conta das bilheterias. Mas e aí vocês assistiram? Gostaram? Já leram o livro? Me contem. E também deixem suas indicações aqui.

Vou deixar o trailer do filme aqui embaixo ↴






Ficha Técnica

Autora: Agatha Christie
Editora: Haper Collins
Publicado: 2017 (edição nova com capa do filme)
Número de páginas: 198

Nota: 

Instagram