quarta-feira, 3 de agosto de 2016

# Resenhas

Endgame - O Chamado



Endgame é um livro de distopia, no qual faz referência ao fim dos tempos. Desde que a Terra existe foram selecionadas 12 linhagens pelos deuses, cada linhagem recebeu um treinamento para ser preparado para o Chamado. Conforme os anos foram passando esses ensinamentos se tornavam hereditários. E cada membro da família, que fosse o escolhido se preparava de todas as formas para receber o Chamado. Quando cada jogador, ou seja, cada membro de uma linhagem recebe-se o chamado eles teriam de jogar. E no jogo tem apenas um único vencedor, que sobreviverá na Terra e reabitá-la depois do fim.


O grande dia chega e meteoros invadem a Terra por todos os lugares. E com isso 12 jovens- jogadores descobrem que o momento chegou, o jogo vai começar. Então, todos se separam de suas famílias e vão a uma cidade específica no qual iram se reunir e receber as regras do jogo.  Ao chegarem ao local de encontro, eles recebem a instrução de que iram ter que obter 3 chaves para ganhar o jogo (Chave da Terra, Chave do Céu e Chave do Sol). Porém, mesmo antes de chegarem ao local de encontro destinado, o jogo já tinha começado e todos já estão lutando pela sua sobrevivência fazendo seu próprio jogo.





**

De início o livro não te prende muito, mas depois as histórias acabam se tornando cada vez mais interessante e intrigante.

A história é narrada por todos os jogadores, fazendo com que se tenha um maior conhecimento de cada personagem. Por mais que sejam vários narradores, a obra é tão bem escrita que em nenhum momento você se sente perdida (o) ou obtém uma leitura cansativa; muito pelo contrário.

Uma obra muito bem escrita, recheada de enigmas e simbologia. Em relação a edição, o livro traz várias ilustrações para o leitor se entreter e entender melhor o texto.

Minha expectativa em relação ao segundo livro da trilogia está a todo vapor.
Um detalhe que esqueci de comentar é que cada livro representa uma chave, ou seja, cada livro conta a história da conquista de cada chave. Mas, infelizmente o terceiro livro ainda não foi traduzido pela editora.

**

Autores: James Frey e Nils Jhonson- Shelton
Editora: Intrínseca
Edição: 2014
Número de páginas: 501

Nota:

Instagram