quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

# Fantasia # Resenhas

O Hobbit

Resenha





Era uma vez...um hobbit que vivia em sua toca confortável na colina, adorava um desjejum e sempre vivia feliz com sua vida pacata, até que seu caminho cruzou com um grande mago –Gandalf. Este lhe fez uma proposta de uma grande aventura para, mas Bilbo Bolseiro recusou, porém lhe convidou para um chá da tarde. Só que Bilbo não esperava era que além de Gandalf, treze anões famintos invadiram sua casa deixando-a de pernas para ar. A aventura no qual Gandalf se referia era a seguinte: Os anões iriam até A Montanha Solitária com seu herdeiro, Thorin, para recuperar o ouro que estava ali sobre a proteção de um grande dragão chamado Smaug. Iriam tentar roubar ou pegar de volta todo o ouro que lhe pertenciam. Porém, para isso eles precisavam de um ladrão, e Gandalf achou que era uma ótima ideia o hobbit está nesse cargo, afinal seus antecessores viveram muitas aventuras. Por fim após o desjejum daquele dia, todos descansaram e acordaram cedo para iniciar a longa caminhada, e acabou que Bilbo se convenceu de embarcar nessa grande aventura.


Mapa

**

Como não amar essa obra maravilhosa e perfeita? Foi muito bom reler este livro, detalhes que não tinha me apegado antes, foram fixados, algumas cenas que tinha esquecido foram lembradas... Resolvi fazer uma resenha da qual estou acostumada, até porque acho que a história pede isso, a forma como Tolkien a escreve é bem diferente de qualquer autor que já li, você sente como se alguém tivesse literalmente ao seu lado contando-a para você. E é claro eu não poderia ser “seca” ao retratá-la. A partir desta obra eu me apaixonei pelo autor e por fantasia, então tem todo um carinho especial para mim. Quem ainda não leu, está perdendo uma grande e incrível história.



Contracapa da edição de 75 Anos.


Edições diferentes. Capa preta é a edição de 75 anos (capa dura).
Para quem só viu os filmes, não se deixe enganar, é mil vezes melhor, e muitas coisas foram moldadas para a adaptação. Ou seja, nem tudo que está no filme, aconteceu realmente no livro. Eu sinto que o filme é uma espécie de bastidores, ele tenta retratar a história de todos os personagens e de como seus caminhos se cruzaram. Para mim de todos, o que foi mais modificado é o terceiro filme, no qual eu sinceramente não sou tão fã.


**

Autor: J.R.R.Tolkien
Editora: Martins Fontes
Edição: 2013
Número de páginas: 299
Nota: 




Instagram